Normas dos Trabalhos - CONBRAF 2022

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Trabalhos e E-Pôster

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE RESUMOS

DATA PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS  de 17 de janeiro até
27 de junho de 2022

Submissões on-line
Para enviar o seu trabalho você precisa estar inscrito no site oficial do VI Congresso Brasileiro de Fitossanidade (CONBRAF).

Diretrizes para Autores

MODELO DE RESUMO (clique aqui)

1. INTRODUÇÃO

1.1. A submissão dos trabalhos científicos deve ser efetuada, exclusivamente, pelo sistema on-line do site oficial do VI CONBRAF, disponibilizado no item "Área do Participante".
1.2. Nesta edição do evento, os trabalhos devem ser redigidos na forma de RESUMO SIMPLES, de acordo com as normas descritas abaixo.
1.3. Cada trabalho poderá ter no máximo 6 (seis) autores, sendo que um dos autores deverá ser indicado como apresentador do trabalho (ver item 2.4.2).
1.4. Serão aceitos até 3 (três) trabalhos por autor/apresentador, o qual poderá ser o autor principal ou o coautor do trabalho, desde que formalmente inscrito no congresso.
1.5. Somente serão aceitos trabalhos cujo assunto esteja adequadamente inserido em uma das seguintes áreas da Fitossanidade:

Agricultura de precisão aplicada à fitossanidade.
Agroecologia e manejo fitossanitário.
Biotecnologia na fitossanidade.
Controle químico, cultural, biológico, entre outros.
Distribuição espacial de alvos fitossanitários.
Ecotoxicologia, resíduos, segurança ambiental e alimentar.
Desenvolvimento de produtos fitossanitários.
Manejo integrado de problemas fitossanitários.
Mercado de produtos fitossanitários.
Modelos para tomada de decisão.
Outros temas fitossanitários.
Tecnologia de aplicação de produtos fitossanitários.

2. FORMATAÇÃO DOS TRABALHOS

2.2. Os autores devem redigir os trabalhos usando preferencialmente o Modelo Disponível.
2.3. Caso não utilize o modelo, o trabalho deve ser redigido em editor de texto Word ou compatível, em folha A4, com margens de 2,5 cm e espaçamento de 1,15 nas entrelinhas.
2.4. O trabalho deve conter: Título, Autor(es), Afiliação(ões), E-mail do autor para correspondência, Texto Principal e Palavras-chave.
2.4.1. O título deve ser redigido em negrito, fonte Arial 15, e apenas com a primeira letra da frase em maiúscula, com exceção de nomes próprios e nomes científicos.
Ex.: Manejo integrado de Cyperus rotundus na região Norte do Paraná

2.4.2. O nome completo dos autores deve ser redigido em negrito, fonte Arial 10, centralizado e com a primeira letra de cada palavra em maiúscula, exceto na presença de preposições. Os nomes devem ser acompanhados de números arábicos sobrescritos em referência à afiliação de cada autor e separados por vírgula e "e" quando for o último autor. O nome do autor apresentador do trabalho deverá estar sublinhado.
Ex.: Leonardo Bianco de Carvalho 1, André Anibal Brandt 2 e Evandro Pereira Prado 1

2.4.3. O nome da instituição (empresa, organização etc.), de cada autor, deve ser redigido em fonte Arial 10, centralizado, com a primeira letra de cada palavra em maiúscula, com exceção de preposições. Deve preceder o nome, o número arábico sobrescrito correspondente à afiliação do autor. Como informação da afiliação, inclua apenas o nome completo da instituição, a cidade, a sigla do estado e o país, separados por vírgula. Cada afiliação deve ser separada por ponto e vírgula.
Ex.: 1Universidade Estadual Paulista, Jaboticabal, SP, Brasil;  2Universidade do Estado de Santa Catarina, Lages, SC, Brasil;  3Universidade Estadual Paulista, Dracena, SP, Brasil.

2.4.4. O e-mail do autor para correspondência deve ser inserido após a lista de afiliações, seguindo a fonte Arial 10 e centralizado:
Ex.: E-mail: leonardo.carvalho@unesp.br

2.4.5. O texto principal deve ser redigido em fonte Arial 11 e parágrafo único, sem incluir tabelas e figuras, e deve conter, no máximo, 2.000 caracteres, incluindo espaços. Deve-se expor breve introdução, objetivo, métodos, resultados e conclusões ou considerações finais.
Ex.: Tiririca é uma planta daninha de difícil controle que infesta diversas áreas agrícolas. No Norte do Paraná, esta planta tem-se disseminado e causado problemas em diversos cultivos. Objetivou-se testar métodos de controle isolado (químico ou mecânico) e a associação entre estes métodos para controle de tiririca em cultivos anuais. Dez campos experimentais foram conduzidos em diferentes municípios do Norte do Paraná, na cultura da soja. Em cada campo, os tratamentos foram estabelecidos antes da semeadura, sendo: controle mecânico (preparo do solo com arado de aiveca, 10 dias antes da semeadura), controle químico (dessecação com glyphosate + imazethapyr, dez dias antes da semeadura) e controle mecânico (preparo do solo com arado de aiveca, 40 dias antes da semeadura) e controle químico (dessecação com glyphosate + imazethapyr, dez dias antes da semeadura). As parcelas foram dimensionadas em 10 m de comprimento por 5 m de largura, com espaçamento de 50 cm entrelinhas e população de 300.000 plantas por hectare. Os experimentos foram desenvolvidos em delineamento em blocos casualizados, utilizando-se de 10 repetições para cada tratamento. Avaliou-se o número de manifestações epígeas de tiririca (MET) em uma área útil central de 20 m 2. O controle mecânico associado com o controle químico apresentou melhor eficácia (10 MET m 2). O controle químico isolado apresentou eficácia intermediária (21 MET m 2). O controle mecânico isolado apresentou pior eficácia (32 MET m 2). Conclui-se que a integração entre os métodos mecânico e químico foi mais eficaz no controle de tiririca.

2.4.6. A lista de três a cinco palavras-chave deve ser incluída. As palavras devem iniciar com letra maiúscula e serem separadas por vírgula. Podem ser usadas palavras compostas. Não incluir palavras que estejam contidas no título do trabalho.
Ex.: Palavras-chave: Controle químico, Controle mecânico, Tiririca, Culturas anuais.

2.5. Os nomes científicos devem ser escritos em itálico. Depois de mencionados pela primeira vez no texto, os nomes dos gêneros acompanhados das espécies devem ser abreviados com um ponto após a primeira letra do gênero.
2.6. Não serão aceitas descrições de projetos, intenções de trabalho ou revisões bibliográficas. É vedada, também, a apresentação de portfólio ou resultados de avaliação de produtos como forma de propaganda/marketing de empresas.
2.7. A qualidade do texto (gramática, ortografia e digitação), assim como as opiniões e conceitos emitidos nos trabalhos são de exclusiva responsabilidade do(s) autor(es).

3. CADASTRO DE AUTOR E SUBMISSÃO DE TRABALHOS

3.1. Para submeter um trabalho, o autor deve primeiramente efetuar o cadastro no sistema de inscrição on-line do site oficial do VI CONBRAF.

3.2. A submissão deve ser feita pelo sistema on-line, na página oficial do VI CONBRAF no item "Área do Participante".

3.3. O processo de submissão dos trabalhos é realizado em 5 (cinco) Passos:

Passo 1 – Iniciar submissão: Selecionar a Seção (área do conhecimento) que está inserido o trabalho (ver item 1.5). Caso o autor queira inscrever o trabalho para apresentação oral, faça a solicitação em "Comentários para o Editor" (ex.: "Solicito a inscrição do trabalho para apresentação oral"). Clique na caixa "Salvar e Continuar".

Passo 2 – Transferência do manuscrito: Clique em "Escolher Arquivo" e selecione o manuscrito a ser submetido, preparado conforme as normas constantes no item 2, e clique na caixa "Transferir". Clique na caixa "Salvar e Continuar".

Passo 3 – Metadados da submissão: Inclua as informações requeridas sobre os autores (nome completo, e-mail e instituição, conforme mencionado no manuscrito). Caso queira incluir mais de um autor, clique na caixa "Incluir Autor", logo abaixo do resumo da biografia do último autor. Inclua o título, o resumo e as palavras-chave do trabalho. Clique na caixa "Salvar e Continuar".

Passo 4 – Transferência de documentos suplementares: Clique na caixa "Escolher Arquivo", selecione o comprovante de pagamento da taxa de inscrição do autor apresentador e clique na caixa "Transferir". Em seguida, clique na caixa "Salvar e Continuar".

Passo 5 – Confirmação da submissão: Confira se os arquivos, manuscrito(s) e o comprovante de pagamento, foram transferidos ao sistema. Clique na caixa "Concluir submissão".

3.4. A submissão dos trabalhos deve ocorrer apenas no período estabelecido pela Comissão Organizadora (17 de janeiro até 12 de junho de 2022).

3.4.1. O sistema estará indisponível para submissão de trabalhos após o período estabelecido acima.

3.4.2. Lembre-se de efetuar o pagamento antes de submeter o trabalho, pois o comprovante de pagamento da taxa de inscrição deve, também, ser transferido ao sistema durante a submissão on-line.

3.5. Submissões que não estejam de acordo com todas as normas serão arquivadas.

OBS. Dúvidas e dificuldades técnicas para a submissão de trabalhos, entre em contato através do e-mail "eabramides@gmail.com" ou WhathsApp (14) 99757-7711.

4. AVALIAÇÃO DOS TRABALHOS

4.1. Os trabalhos serão avaliados pela Comissão Científica e Temática do Congresso Brasileiro de Fitossanidade que analisará o mérito da publicação em relação a:
qualidade técnica;
clareza;
relevância;
pertinência do trabalho ao evento.

4.2. A Comissão Científica e Temática deve emitir parecer com recomendação de Aceite, Correções Obrigatórias ou Reprova do trabalho.

4.2.1. A avaliação dos trabalhos será realizada por representantes de área (ver item 1.5).

4.2.2. A emissão do parecer inicial de avaliação dos trabalhos ocorrerá, em média, 30 dias após a submissão.

4.3. Após o trabalho ser aceito, o autor responsável pela submissão será informado da decisão por e-mail.

4.4. Dentre os trabalhos aceitos, serão selecionados aqueles que deverão ser apresentados na forma oral. Todos os demais trabalhos deverão ser apresentados na forma de pôster. Confira as normas para preparo de pôsteres e apresentações orais no site do evento.

4.5. A lista final de trabalhos aceitos para publicação será divulgada no site do evento (até 06/06/2022).

5. PUBLICAÇÃO

Uma vez aceitos, os resumos serão publicados na forma eletrônica nos Anais do Congresso Brasileiro de Fitossanidade (http://fitossanidade.fcav.unesp.br/seer/index.php/anaisconbraf/issue/current) e estarão disponibilizados em HTML e PDF.

Além da publicação nos Anais do VI CONBRAF, serão selecionados trabalhos para publicação na Revista Técnico-Científica do CREA-PR (http://creaprw16.crea-pr.org.br/revista/Sistema/index.php/revista). A seleção dos trabalhos será realizada após o evento. Os autores dos trabalhos selecionados serão convidados a preparar um artigo completo a ser enviado à revista, devendo manifestar interesse formal e concordância com a publicação.

Condições para submissão
Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.

O pagamento da taxa de inscrição deve ser realizado antes da submissão, pois o comprovante deve ser transferido ao sistema no momento da submissão de cada trabalho.
Os metadados de todos os autores devem ser incluídos no sistema durante o processo de submissão.
Todo trabalho aceito deve ser apresentado no evento.

Declaração de Direito Autoral
Autores que publicam nos Anais do VI Congresso Brasileiro de Fitossanidade concordam com os seguintes termos:

Os autores mantêm os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.
Os autores possuem autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nestes Anais.
Os autores possuem permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho de forma on-line (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto antes ou durante o processo editorial, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado (veja O Efeito do Acesso Livre).

 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal